Nascimento do meu filho

Dois poços profundos contendo águas negras como o silêncio interior. Assim são os seus olhos para mim, que neles mergulho sem o receio da volta. A fragrância do amor foi um convite do qual não pude fugir. E nestes olhos, cálidos e serenos, eu encontro algo de mim que há muito julgo ter perdido.

Ler mais

Como meditar

COMO MEDITAR

Você já parou para observar um pôr do Sol?

Consegue se lembrar daquele momento em que, de frente ao poente, com o laranjado dos raios fulgentes cortando o céu, você se encontrava abismado, perdido na beleza do que ocorria?

Não é possível tentar fazer com que esta emoção, este estado de júbilo nasça em seu ser por vontade própria, como resultado do “querer fazer”.

Ler mais

Dois globos oculares

“Viva como se você fosse dois globos oculares flutuando no espaço, sem nada atrás deles… nem mesmo uma ligação com o cérebro” Mooji

Interessante esta resposta. Num primeiro momento, esta pode parecer uma imagem difícil de contemplar, dois “globos oculares” pairando no ar, ao invés do seu corpo. Quando Mooji deu esta resposta para uma de suas seguidoras, ele estava oferecendo, na verdade, um caminho para o silêncio interior, para a meditação.

Ler mais

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén